No terceiro dia na Islândia, o programa foi dirigir até a mais famosa cachoeira do país: Seljalandsfoss. Uma maravilha da natureza e de nome impronunciável (que significa “rio líquido”)!

Localizada bem próxima à estrada, a cachoeira é facilmente acessível a pé e possui entrada e estacionamento gratuitos.

Seljalandsfoss fica localizada em uma enorme área verde. As águas caem de rochas a mais de 60 metros de altura. O mais surpreendente é que você pode visualizá-la pela parte de trás, possibilitando apreciar a queda d’água de todos os ângulos. Uma perspectiva diferente e incrível! Só não se esqueça de proteger a câmera fotográfica porque os respingos são inevitáveis.

 

Perto desta existem tem outras cachoeiras menores, incluindo Gljúfurárfoss, que você acessar a pé, a partir de uma pequena caminhada de Seljalandsfoss.

Gljúfurárfoss é uma queda d’água um pouco menor. Mas é possível passar por uma pequena fenda para vê-la bem de perto.

Na Islândia, cada lugar é mais incrível que o outro. Aqui, tudo é água, gelo, lava e verde. Muito verde. O dia de hoje começou com a visita ao promontório de Dyrhólaey, no sul do país, próximo das praias Vik e Reynisdrangur. Dyrhólaey é mais uma das maravilhas da natureza islandesa, digno dos melhores postais fotográficos. É também um ótimo lugar para observar os papagaios-do-mar.

O que o torna Dyrholaey tão especial é uma formação rochosa de cerca de 120 metros de comprimento e que tem um curioso arco criado pela erosão do mar. É possível passear pela rocha e admirar a vista surpreendente de um farol , das praias de areia preta e falésias. As cores contrastantes dão o tom mágico dessa paisagem. Tem o azul das lavas, o preto das areias e o verde da vegetação.

Dyrhólaey
Arco criado pela erosão do mar
Praias de areia preta e falésias

Logo em seguida, chegamos em Vik, nossa próxima parada! Vik é uma cidade bem pequenininha, com casinhas de telhado vermelho e uma igreja no alto da montanha. Mas fomos à busca das famosas praias de areias negras. Lindas! Com relevo impressionante, formações rochosas bem peculiares e, podemos dizer, criativas!

A praia das ondas gigante e areia negra Reynisfjara fica localizada muito pertinho da cidade Vik. É lá que existe uma caverna, “meio que escondida” na costa, famosa por ter sido locação do filme Noé. Ao visitar a praia, fique de olho no movimento das marés. O clima muda muito rapidamente e as tais ondas gigantes podem aparecer.

Uma das atrações que chama atenção em Reynisfjara é as colunas de basalto, curiosamente construídas pela natureza.

Share This