Foto: Divulgação 

Paraty é famosa por seus bons restaurantes, tradição em cachaça e uma rica culinária de influências portuguesas, indígenas e africanas, reinventada pelos chefs locais. Não por acaso, a cidade histórica do litoral fluminense recebeu da Unesco, em 2018, o selo de Cidade Criativa na Gastronomia. Dos doces caseiros oferecidos nas esquinas aos restaurantes estrelados, uma das experiências mais saborosas é degustar as delícias de cada menu. 

Para celebrar 30 anos de história, a Pousada do Sandi – primeira pousada de luxo de Paraty e da Costa Verde – passou por uma ampla reforma e reabriu neste segundo semestre cumprindo todas as normas de segurança e diversas novidades. Uma delas é a criação de uma agência de experiências para personalizar as atividades dos hóspedes. “A partir da confirmação da reserva, o hóspede recebe nossa carta de experiências e tem um panorama das atividades possíveis durante a estadia”, diz o consultor de experiências Gabriel Toledo. 

 Entre as opções temáticas, como arte, esporte, observação de aves (birdwatching), entre outras, não poderia faltar um roteiro gastronômico. “Nosso diferencial é que podemos customizá-lo de acordo com o perfil, as preferências e a dieta do cliente”, diz Gabriel.

Quem busca um lugar ao ar livre, por exemplo, pode escolher entre mesas com vista para o mar ou a mata. Vale a pena fugir do Centro Histórico e percorrer 15 quilômetros (sentido Rio) para chegar ao Le Gite D´Indaiatiba, um dos melhores restaurantes do Brasil fora dos grandes centros. O Le Gite fica no meio da floresta, com uma cachoeira do lado. Entre as especialidades, destacam-se os ceviches que misturam peixes e frutas, os pratos com camarões e o risotto de pitangas, entre outras maravilhas. 

Pé na areia, vista para o mar, mesas com toalhas floridas e redes espalhadas, à sombra de imensas amendoeiras formam o cenário do Quiosque São Francisco, da chef Catarina Oliveira. Na Praia Grande, a 10 quilômetros de Paraty, o quiosque “da Catarina”, faz jus ao slogan: “Gastronomia caiçara com a visão do paraíso”. É o lugar para comer aquela moqueca mágica, de peixe, de frutos do mar ou de siri catado. 

Uma experiência gastronômica a bordo de um barco, com sabores incríveis e muito requinte, também pode integrar o roteiro. Idealizado pela chef Gisela Schmitt, o serviço de catering do Gastromar costuma privilegiar os frutos do mar. As delícias são servidas, sem pressa, ao longo do passeio pelas praias e ilhas da bela baía de Paraty.

Para um almoço cultural, a sugestão é uma visita ao Quilombo do Campinho da Independência, primeira do estado do Rio de Janeiro a ter suas terras tituladas. Neste passeio os visitantes conhecem a história dos descendentes de escravos, sua luta e, é claro, a gastronomia, no restaurante da comunidade. Aos sábados, o prato do dia é a tradicional feijoada completa, mas há outras opções atraentes como o peixe à moda quilombola, grelhado, com farofa de banana da terra com camarão e palmito na manteiga. 

Siri catado ao perfume de coco

No Centro Histórico, bem perto da Pousada do Sandi, o Thai Brasil é o tailandês mais cobiçado da cidade. Em uma cozinha aberta, os clientes podem assistir os pratos sendo preparados ao vivo, sentindo o perfume das panelas wok da chef Marina Schlaghaufer, como o curry vermelho de camarão com abacaxi, entre opções vegetarianas. Os pratos são servidos sobre folha de bananeira e enfeitados com flores.

O restaurante da chef Ana Bueno, por sua vez, é focado em “comida brasileira com acento caiçara”. Leia-se siri catado ao perfume de coco, com tartare de banana, por exemplo, além do famoso peixe com banana da terra, um dos clássicos de Paraty.                              

Na entrada ou na saideira do roteiro gastronômico, vale reservar uma mesa no Pippo, o restaurante da Pousada do Sandi. Em um ambiente inspirado nos anos 60 e no cinema italiano da época, o chef Pippo propõe uma viagem gastronômica por meio de seus pratos inspirados nas tradições de civilizações antigas que conquistaram sua terra, a Sicília. Essa viagem “il mangiare bene” que conduzida pelo chef vai do requinte do barroco dos feudos sicilianos à simplicidade genuína e popular da tradição do seu povo pescador e campesino. Com foco nos peixes e frutos do mar, o menu também oferece, é claro, massas italianas divinas.  

Essas são apenas algumas possibilidades desse passeio inesquecível pelos sabores de Paraty, com a curadoria da Pousada do Sandi, que celebra três décadas cultivando a arte de bem receber. “Mais do que uma estadia especial, nos dedicamos a proporcionar uma experiência completa em Paraty”, diz Sandi Adamiu, herdeiro e administrador da Pousada do Sandi.

Share This